Na semana passada, o Greenpeace Brasil lançou o jogo Solariza, com o propósito de destacar o potencial brasileiro para a produção de energia solar e deixar claro que não precisamos de usinas térmicas e nucleares em nossa matriz elétrica.

A ideia é simples: você pode se tornar um instalador de placas solares, marcar telhados em nossa plataforma e descobrir quanta energia e economia aquele teto poderia estar gerando. Enquanto isso, tem a oportunidade de aprender mais sobre o assunto, além de ajudar o Greenpeace a mapear o potencial real de cada região e cidade brasileira.

O jogo também tem uma meta real: quando tiver o equivalente a seis milhões de casas marcadas, uma entidade beneficente vai ganhar do Greenpeace Brasil a instalação de um sistema fotovoltaico. Neste “crowdroofing”, cada pessoa tem a oportunidade de se cadastrar na plataforma, doar um pouco do seu tempo e ajudar uma instituição (escolhida pelo público) a ganhar o sistema. Ao final, a pessoa que tiver participado mais do jogo também ganhará um sistema fotovoltaico.

Quer jogar? É só clicar aqui!

Para os que quiserem saber mais sobre o jogo, clique aqui. Confira também matéria que saiu no site da Revista Galileu.

Ricardo Barretto

 

No final de junho, o WWF Brasil e a Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) lançaram uma plataforma online que mostra os impactos no tempo, energia, área necessária, gases do efeito estufa e poluentes locais da transferência de modais de transporte (automóveis, ônibus, moto, bicicleta e a pé) para todos os municípios brasileiros com mais de 60 mil habitantes.

O Simulador de Impactos Ambientais em Ações de Mobilidade Urbana é fácil e acessível para todos. Saiba mais e faça o teste sobre o impacto da locomoção em sua cidade.

Ricardo Barretto

 

Passadas as eleições, a crise hídrica que se agrava em diversos estados se tornou a pauta do momento. Uma das vertentes dessa discussão trata diretamente de como nos adaptaremos às mudanças climáticas.

Na última semana, dois acontecimentos deram o que falar sobre o assunto e trouxeram informações importantes. Da perspectiva do Brasil, houve o lançamento do relatório “O Futuro Climático da Amazônia”, evento que teve apoio do Observatório do Clima. Já no panorama local da Cidade de São Paulo, aconteceu o lançamento da Aliança Água para São Paulo, puxada pelo Instituto Socioambiental, membro do OC, em parceria com outras instituições.

Para entender melhor a questão da água, será lançado esta semana, em São Paulo, o vídeo Água e Cooperação: Reflexões para um Novo Tempo, de João Amorim. O lançamento será na Sala Crisantempo, no dia 7/11, às 20h. Mais informações aqui.

Ricardo Barretto

© 2016 GVces - Coletivo Sustentável Suffusion theme by Sayontan Sinha