Pelo segundo ano consecutivo, o Dia da Revolução da Moda - Fashion Revolution Day - será celebrado em quase 70 países com o intuito de conscientizar o consumidor sobre o verdadeiro custo de nossas roupas. Milhares de trabalhadores no mundo todo são submetidos a condições precárias em confecções têxteis sem que tenhamos pistas das injustiças e violações de seus direitos.

O momento pede a nossa atenção, curiosidade, respeito e atitude. Por isso, o Fashion Revolution quer saber: Quem fez minhas roupas? E você?

A equipe do Brasil convida a todos para conhecerem a proposta do movimento, conversar com profissionais da área e com quem já fez diferente, em um bate papo criativo e um lounge delicioso para finalizar!

Aqui em SP, o encontro acontecerá amanhã, às 19h, na Arena do Matilha Cultural – R. Rêgo Freitas, 542, próximo ao metrô República. Uma das convidadas será Ana Coelho, pesquisadora do programa Inovação na Criação de Valor do GVces. Para participar, é só confirmar no e-mail brasil@fashionrevolution.org.

Saiba mais sobre o movimento e a programação de eventos no Brasil.

 

O Centro de Informações sobre Empresas e Direitos Humanos e a organização Repórter Brasil elaboraram recentemente o informe “Agenda Mínima: Empresas e Direitos Humanos no Brasil”, com o intuito de apresentar a todos/as os/as candidatos/as à Presidência da República o tema de direitos humanos e empresas e para fazer algumas recomendações.

O assunto de empresas e direitos humanos tornou-se imensamente relevante para o país nos últimos anos e não pode ser ignorado por qualquer candidato que deseje fazer a diferença como chefe do poder executivo federal. Este tema preocupa e impacta a vida de praticamente todos os brasileiros e brasileiras, e está diretamente relacionado com as preparações e resultado da Copa do Mundo.

Acesse o documento aqui.

Letícia Arthuzo

© 2016 GVces - Coletivo Sustentável Suffusion theme by Sayontan Sinha