“Estratégias de investimento em mercados emergentes: novos caminhos e políticas para crescimento verde”. Esse foi o foco do evento promovido pelo Economy Policy Forum (EPF) e pela Emerging Market Multinationals Network for Sustainability (EMM) em Berlim, na Alemanha, em setembro.

Realizado com apoio do Ministério de Desenvolvimento e Cooperação Econômica da Alemanha e pelo Gesellschaft für Internationale Zusammernarbeit (GIZ), esse encontro mostrou casos de sucesso que aliaram práticas mais sustentáveis e lucro em países emergentes. No evento, fazendo parte da comitiva da GV Projetos, apresentei junto com a Márcia Nejaim (Apex-Brasil) nosso projeto Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor (ICV Global).

Pude perceber a relevância dos países emergentes para a agenda global de sustentabilidade. Não só pela dimensão dos desafios, mas em especial pelo potencial de inovação em políticas públicas e modelos de negócios, estes países e suas respectivas empresas ocupam cada vez mais destaque na busca por novos modelos de desenvolvimento.

Isto, sem dúvida, coloca o Brasil em evidência como um ator chave no cenário internacional.

Clique aqui para acessar as apresentações feitas no evento.

Paulo Branco

 

RSE é pano de fundo para encontro que a GIZ – Agência Alemã de Cooperação Técnica – promove nos dias 9 e 10 de abril em São Paulo. Ao reunir empresas latino americanas, o evento busca entendimento sobre as estratégias que têm sido adotadas em responsabilidade social corporativa e sustentabilidade, bem como promover a troca de boas práticas em integração da sustentabilidade ao core business e à cadeia de valor.

Os diálogos permitem conhecer ferramentas e métodos para que os gestores se tornem cada vez mais agentes de mudança e identificar ações conjuntas que podem ser tomadas para endereçar as questões ligadas à sustentabilidade.

A expectativa da GIZ é que o evento estimule uma rede empresarial latino-americana para ações coletivas em RSE. O desafio está lançado aos participantes do encontro: representantes de 25 empresas, além de outros setores como academia e organizações multilaterais. Entre os destaques da programação, casos em temas como criação de valor na cadeia de fornecedores, engajamento de stakeholders, negócios inclusivos e biodiversidade.

 O GVces e a GIZ são parceiros desde 2008. Atualmente, a GIZ apoia projetos do GVces como a Plataforma Empresas pelo Clima (EPC) e a iniciativa Tendências em Serviços Ecossistemicos (TeSE).

 Fernanda Carreira

© 2016 GVces - Coletivo Sustentável Suffusion theme by Sayontan Sinha