O Cineclube Socioambiental Crisantempo inicia a sua temporada 2013 no próximo dia 07 de março, com a exibição do filme “Orgasmic Inc.”, da diretora norte-americana Liz Canner. O filme desvenda a trajetória da indústria farmacêutica na corrida por remédios que respondam à falta de satisfação sexual. Depoimentos de médicos e cientistas revelam a importância da resistência a produtos dessa natureza.

Em comum, os filmes da programação 2013 do Cineclube Socioambiental enfatizam a necessidade do cidadão fazer uma pausa e olhar para dentro de si mesmo. São 18 títulos de temática variada, alguns inéditos, como o “Brasil Orgânico” ou “O Ativista Quântico”, que serão exibidos até o final de junho no espaço, que já se tornou um ponto de reflexão consagrado em São Paulo. As sessões acontecem sempre às quintas-feiras, 20 horas, com realização pela Sala Crisantempo, em parceria com o Instituto 5 Elementos – Educação pela Sustentabilidade e Greenpeace.

A ideia é ampliar o debate sobre mudanças de hábitos que aprimorem nossa relação conosco mesmo e com o próprio planeta. Desde 2008, cerca de 8 mil pessoas já passaram pelo Cineclube, participando de outras atrações como as Feiras de Trocas, as Quintas Orgânicas e as sessões de filmes surpresas. Em recente pesquisa de opinião realizada pelo Instituto 5 Elementos, 86% do público entrevistado consideraram que a programação contribuiu para ampliar a compreensão do tema sustentabilidade.

Em 2013, haverá conversas com diretores importantes, como Amit Goswami, que assina “O Ativista Quântico” e ficou conhecido pela direção de “Quem Somos Nós”. Já o filme “Entre a Cidade e a Floresta” é inédito e revela os desafios dos povos tradicionais que vivem no município de São Paulo, seus mitos e símbolos, e será seguido de conversa com lideranças das comunidades indígenas, além de distribuição do vídeo e livro de mesmo nome. Há ainda um importante momento de debate com o deputado Jean Wyllis, a partir do filme “Sex Boxx”, sobre os desafios da discussão de gênero e sexualidade.

Outras estreias como “Fome de mudança – A saúde nas suas mãos”, dos mesmos produtores do aclamado “Food Matters” (O Alimento é Importante), focado nas disfunções criadas a partir dos produtos diet e “low fat”, tem exibição em junho. Assim como “O Nascimento como um Negócio”, mostrando como o parto tornou-se parte de um sistema lucrativo, que exclui o bem-estar de mãe e bebê e desrespeita o próprio corpo da mulher.

Saiba mais no site do Cineclube Socioambiental Crisantempo.

Ricardo Barretto

© 2016 GVces - Coletivo Sustentável Suffusion theme by Sayontan Sinha