Grande oportunidade para estudantes e profissionais, com idade até 28 anos,  dispostos a melhorar suas habilidades de comunicação! A Companhia Brasileira de Mineração e Metalurgia (CBMM) promove pelo segundo ano a etapa brasileira do Young Persons’ World Lecture Competition 2012, um concurso internacional do IOM3 (Institute of Materials, Minerals and Mining) patrocinado pela CBMM e Rolls Royce.

Durante a competição os participantes deverão fazer uma apresentação de 15 minutos, obrigatoriamente em inglês, sobre um assunto de sua escolha, e que esteja relacionado, em algum aspecto, com a ciência e/ou engenharia de materiais, minerais, mineração e embalagem. São feitas eliminatórias em diversas regiões do mundo e, através destas, são definidos 7 candidatos que competem em uma final mundial, que neste ano ocorre em Londres, no dia 5 de Julho.

Tanto na etapa brasileira quanto na etapa mundial, os três primeiros colocados recebem prêmios.

Aqueles que tiverem interesse em participar devem enviar um resumo da apresentação, em inglês, até dia 18 de Maio para mariana.perez@cbmm.com.br ou rita.ferreira@cbmm.com.br; dez candidatos serão selecionados.

A competição brasileira ocorrerá em 11 de Junho (segunda feira), na cidade de São Paulo, na sede da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM). Tanto na etapa brasileira quanto na final mundial, os participantes terão as despesas relativas a deslocamentos e estadia pagas pela organização do evento.

Saiba mais

Fernanda Carreira

 

 

 

 

 

 

O Dia Mundial do Meio Ambiente, também conhecido como “WED”, é celebrado anualmente no dia 5 de junho. A cada ano, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) escolhe um país para receber as celebrações globais do WED. Este ano, o país-sede do WED será o Brasil, que também receberá, duas semanas depois, a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

Para incentivar participação popular mundial em iniciativas em prol do planeta, o PNUMA lançou um site especial para o Dia Mundial do Meio Ambiente (www.unep.org/portuguese/WED), com conteúdo informativo sobre o tema deste ano (Economia Verde: Ela te inclui?), sobre o país-sede e suas iniciativas ambientais, os concursos promovidos pelo PNUMA e seus parceiros, eventos que acontecerão em todo o planeta em celebração ao WED e instruções de como participar. Também é no site do WED que o PNUMA lança, em primeira mão, vídeos e fotos dos nossos Embaixadores da Boa Vontade e de outras celebridades nacionais e internacionais que participam ativamente desse movimento global.

O site já está disponível em quatro dos seis idiomas oficiais da ONU (inglês, espanhol, francês, russo, árabe e chinês), além do Português. Por meio do site, é possível fazer o download da logo oficial do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2012, de banners e de layouts para a produção de produtos de campanha. O PNUMA incentiva todos os seus parceiros e comunidade do WED a ajudar a propagar essa mensagem, seja por meio de eventos ou pela divulgação online por meio de redes sociais, websites pessoais e institucionais.

Além disso, ao acessar a seção “Celebrar o WED”, o visitante pode cadastrar suas iniciativas e atividades para a semana do meio ambiente na agenda internacional do WED. A nossa meta é registrar o maior número de atividades da história dessa celebração e conscientizar o maior número possível de pessoas de todo o mundo sobre a importância da economia verde e do desenvolvimento sustentável para as pessoas e o planeta.

Participe do WED e acompanhe todas as novidades pelo site e pelas redes sociais!

Site do WED: www.unep.org/portuguese/WED

Site do PNUMA Brasil: www.pnuma.org.br

Twitter: www.twitter.com/PNUMABrasil

Facebook: www.facebook.com/PNUMABrasil

You Tube: www.youtube.com/PNUMABrasil

 

Além das campanhas que já estavam em evidência, como a “Veta Dilma” – contra o Código Florestal proposto pelo Congresso Nacional – novas campanhas de membros do Observatório do Clima estão em destaque no site do OC: a Hora do Planeta, do WWF Brasil, pede para todos apagarem as luzes no dia 31/3, às 20h30. Já a Liga das Florestas, que tem participação do Greenpeace Brasil, pede uma grande mobilização nas redes para a aprovação do projeto de lei de origem popular que pede Desmatamento Zero

Luiza Xavier

 

Com a estreia no Brasil de filmes como o polêmico “Colapso”, de Chris Smith, ou o inédito “DMT – A molécula do espírito”, de Mitch Schultz, e o “Combustível” de Josh Tickell, o Cineclube Socioambiental Crisantempo abre a temporada 2012 apostando em títulos inovadores e com pouco espaço no circuito comercial de cinema e vídeo. Além de realizar encontros, como o do diretor executivo do Greenpeace Internacional, Kumi Naidoo, em uma conversa com o público com mediação de Marina Person.


A sala inaugura a programação com o filme “Sobre Rios e Córregos”, em plena comemoração ao Dia Mundial da Água, 22 de março, e após a exibição, recebe o diretor do filme, Camilo Tavares, a
especialista em Recursos Hídricos, Marussia Whately, e o advogado especialista em Direito Ambiental, Virgílio de Farias, visando aprofundar o diálogo com o público. Além de oferecer um coquetel
orgânico e realizar a ocupação “vaga viva”, onde a vaga de um carro é transformada em um espaço de lazer.

Primeiro cineclube de São Paulo dedicado à reflexão e à difusão da consciência socioambiental, com apoio do Instituto 5 Elementos, a Sala Crisantempo pretende ampliar o debate sobre mudanças de hábitos que aprimorem a relação humana com os recursos do planeta. A idéia é buscar títulos da produção nacional e internacional não acessíveis nas grandes salas e que apresentam questões decisivas no cotidiano.

Em cena desde 2008, o Cineclube Socioambiental já atraiu mais de 7 mil espectadores e tornou-se um ponto de reflexão na cidade de São Paulo. “As sessões reúnem diferentes profissionais em torno do
tema abordado, sempre apresentando as soluções e caminhos possíveis para atender à complexidade dos desafios da realidade atual”, expressa Danila Bustamante, produtora do Cineclube.

Esse ano, filmes como o dinamarquês “Celular manchado de sangue”, de Frank Poulsen, sobre a relação entre a produção de celulares da Nokia e a guerra civil no Congo, ou “O veneno está na mesa”, de Silvio Tendler, mostrando porque o Brasil é recordista no consumo de agrotóxicos, provocam o debate sobre práticas políticas, valores humanos e a consciência ambiental.

Além de filmes-denúncia, a curadoria enfoca títulos que estimulam a prática cidadã, como o inglês “A revolução dos cocos”, que documenta a primeira e bem sucedida eco-revolução na ilha de
Bougainville, ou “À Margem do Lixo” sobre a rotina dos catadores de papel e de materiais recicláveis na cidade de São Paulo.

Os títulos inéditos foram traduzidos e legendados pela equipe do Cineclube, que também priorizou a diversidade de temas. Por fim, as sessões são complementadas por atividades paralelas com a Feira de Trocas, que promove a economia solidária e criativa durante a Virada Sustentável, e as Quintas Orgânicas, em que são servidas comidas preparadas com ingredientes orgânicos e frescos antes das sessões.

O Cineclube tem como parceiros o 5 Elementos – Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental e Greenpeace e, neste semestre, conta com o apoio FilmAmbiente Festival , Goethe-Institut de SP, Ecomove, Matilha Cultural, ONG Plantando Consciência, SENAC, Teia-USP e Virada Sustentável.

Todas as atividades são gratuitas.

Programação
de março a julho

22.03

- “Sobre Rios e Córregos” e conversa com especialistas

26.03
- “20 anos de Greenpeace – Encontro com Kumi Naidoo” -
Mediação de Marina Person

29.03
- “Colapso”

05.04
- “A Revolução dos Cocos”

12.04
- “Celular manchado de Sangue”

19.04
- “Combustível”

26.04
- “DMT – A Molécula do Espírito” + convidados

03.05
- “Encontro Causa Comum Brasil”

10.05
- “À Margem do Lixo” + convidados

17.05
- “Milho” + convidados

24.05
- “Keralux” + convidados

31.05
- “O Veneno está na Mesa” + diretor do filme

03.06
- “Big Feira de Trocas na Virada Sustentável”

14.06
- “Palestra: Glândula Pineal”

21.06
- “Sessão Surpresa”

28.06
- “Sumiço dos Elefantes” + convidados

Feira
de Trocas: 1 de Abril, 6 de Maio, 3 de Junho e 1 de Julho – Domingos,
14h – 17h

 

Serviço

OCineclube Socioambiental Crisantempo funciona na Sala Crisantempo,
que fica na rua Fidalga, 521, Vila Madalena. Mais informações e
programação completa: (11) 3814-2850 e
www.cineclubesocioambiental.org.br.

 

Origem: http://www.bikerumor.com

Saía de uma reunião de algumas poucas horas quando voltei para meu celular e me deparei com uma infinidade de ligações e mensagens. O conteúdo: você está bem? Em poucos minutos soube da morte de uma ciclista, com a minha idade, minha formação, meu trajeto, minha paixão e postura: cicloativista.

Morreu uma irmã. Não a conhecia. Não era preciso. Ali morria um pouco de mim também. Parece clichê, mas a experiência dos ciclistas caminhando juntos na manifestação na noite de sexta, debaixo daquela torrencial chuva, me trouxe tão claramente a sensação do somos Um, que este um que morre reverberava com genuína tristeza em meu coração.

Ali um filme passou na minha cabeça, com a certeza que realmente poderia ter sido eu naquela manhã me impondo no trânsito, exigindo a preservação do meu espaço. E sendo mais uma vez posta, literalmente, de escanteio.

Vivemos a cultura da separação. Disputamos espaços. Carro x pedestre, ônibus x bike, ambientalistas  x ruralistas, etc. Com tantas pessoas, com tanta diversidade não podemos mais continuar cultivando o separado, temos que cultivar o ‘juntos’. Mas não juntos onde somos iguais, mas sim juntos enquanto diferentes, e belos nessa diferença. São Paulo hoje vibra esta separação, e esta se revela na agressividade, na buzina, no xingamento, no vidro fechado e na roda que invade a faixa.

O trânsito é o principal ponto de encontro de todo e qualquer paulistano, para conseguirmos estar juntos neste encontro precisamos respeitar o diferente, compartilhar o espaço. Eu de bike, você de carro, ele de moto e ela de ônibus. Eu de bicicleta preciso da sua atenção, respeito e até proteção. Você de carro precisa do espaço que eu deixo livre por não estar também de carro. Juntos, se você permitir, trocamos um sorriso e juntos, cada um do seu jeito, seguimos construindo coletivamente um encontro mais saudável e, quiçá, sustentável.

Maria Piza

 

 


A fome é mencionada 20 mil vezes diariamente entre os usuários do Twitter no Brasil mas, quase sempre as  menções são relacionadas à satisfação imediata da fome. A Oxfam deu início em 01 de março a uma campanha propondo que eles conheçam e falem sobre os motivos que levam um bilhão de pessoas a passar fome em todo o mundo. A iniciativa é parte de uma campanha global sobre justiça alimentar chamada Cresça para garantir o direito à alimentação em um mundo com recursos naturais limitados.  O endereço da página do Facebook é: facebook.com/campanhacresca

Durante as próximas semanas, quando alguém tuitar a palavra “fome”, poderá receber um tweet da campanha Cresça, convidando a conhecer na página do Facebook outros usuários que também tuitaram fome naquele momento. Na página, as imagens desses usuários formam um mapa do Brasil. Nela ainda é possível assistir a animações para entender o que está por trás do preço alto do que comemos e da desigualdade gerada pela maneira como produzimos e consumimos alimentos no mundo.

Além disso, comentários e sugestões serão levados para a Rio+20 e formarão um grande mural da campanha para mostrar a todos envolvidos no sistema alimentar que é preciso discutir, achar soluções e agir agora para evitar mais sofrimento.

A campanha, presente em mais de 45 países, conta com o apoio de celebridades como Coldplay, e Desmond Tutu. No Brasil, varias instituições participam da campanha, entre elas o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor – Idec e o Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente e Paz – Vitae Civilis e a AgênciaClick Isobar.

A Oxfam é uma associação de organizações que trabalham pelo fim da pobreza e da desigualdade em todo o mundo. Ela busca soluções para melhoria das condições de vida no planeta e apoia a sociedade civil organizada e movimentos sociais locais e internacionais que lutam por mudanças de práticas, crenças e atitudes que resultem em mais justiça entre os povos.

© 2016 GVces - Coletivo Sustentável Suffusion theme by Sayontan Sinha