Deu em tudo quanto é site na internet essa semana o aviso do astrofísico Stephen Hawking, em entrevista ao site Big Think: “Nossa população e o uso de recursos finitos do planeta Terra estão crescendo exponencialmente, assim como nossa capacidade técnica para mudar o ambiente para o bem e para o mal (…) Contudo, nosso código genético carrega instintos egoístas e agressivos que foram vantagens necessárias para a sobrevivência no passado. Será difícil evitar o desastre nos próximos 100 anos, ainda mais nos próximos mil ou 1 milhão“.

Mas se é assim, porque raios exportar essa espécie parasitária para outros planetas? Não é mais sábio que os seres humanos fiquem na Terra mesmo, até que a sobrevivência da espécie se torne inviável e ela deixe de existir – livrando o que sobrar da Terra desse mal?! Acho que a resposta mais racional seria sim. Mas seria também esperar altruismo demais do homo sapiens

http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4613298-EI301,00-Stephen+Hawking+unica+chance+do+ser+humano+sera+deixar+a+Terra.html

Ricardo Barretto

 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=K3C9hg918cc]

A ministra Izabela Teixeira participou ontem do lançamento do Movimento Empresarial pela Proteção e Uso Sustentável da Biodiversidade, realizado em parceria com o GVces na sede da EAESP. Ela aproveitou a presença de dezenas de empresários e jornalistas para criticar o rolo compressor legislativo que ameaça o Código Florestal.

© 2016 GVces - Coletivo Sustentável Suffusion theme by Sayontan Sinha